Trading Como Renda

Escrito por Roberto Tavares

Trading Como Renda

Boa noite traders!!!

Primeiramente, quero dizer que me ausentei por motivos pessoais e profissionais, mas que o blog e a página não terminaram, muito menos eu parei com o trading. Os backs e os lays continuam fazendo parte da minha vida e esse trabalho continua sendo uma grande paixão, além de ser uma fonte de renda.
O post de hoje é justamente, uma abordagem sobre este tema. Trading e renda.

Quantos de nós não nos questionamos sobre o assunto? Todos nós imaginamos como seria a vida se pudéssemos viver (e viver bem) somente com o trading. Liberdade, autonomia e bons rendimentos. Quem não quer, né? Bom… depois de um ano dedicado exclusivamente à essa atividade, percebi (e demorei pra perceber) que viver de trading é pra poucos. Caras como Paulo Rebelo e Rui Maria Morgado (Juliano Fontes não entra aqui, ok?) são exceção.

trading-como-renda

São caras que são experientes, tem boas bancas, ótimos equipamentos, boas condições psicológicas e além de tudo, talento pra coisa. Mas e aí… nem #todossomospaulorebelo… dá pra investir no trading? Dá sim! E talvez um dia você chegue lá e seja um destes que vivem somente desta atividade, mas não hoje. Hoje você precisa daquilo que eu procurei nos últimos meses (e felizmente encontrei). Uma renda fixa, que te permita investir no mercado financeiro esportivo, de forma saudável e rentável.

Ter uma renda fixa, além desta que é variável, me trouxe benefícios psicológicos maiores do que qualquer outra coisa. Saber que ao fim do mês eu não dependo única e exclusivamente do trading me dão suporte pra ir além daquilo que eu faria sob pressão. As contas vão chegar todo mês, e que fique claro, nem todo mês o trading vai te dar dinheiro. E isso é fato até para os mais experientes.

Só a título de informação, a maioria dos traders profissionais que conheço trabalham da seguinte forma: estabelecida uma média de ganhos, no mês em que a rentabilidade é maior, o excedente é “gordura” pros meses de menores lucros, ou meses de prejuízo. Assim garante-se que mesmo nos piores meses haverá renda. Ou seja… Os meses ruins virão, não importa quão bom você seja. Não importa se você sabe tudo sobre futebol, sobre mercado… Os reds vão chegar e as vezes consecutivamente, por semanas ou meses.

E ai eu pergunto… Quem é que tem psicológico pra aguentar essa pressão? Quem é que, trabalha tranquilo quando não sabe o quanto vai ganhar e SE vai ganhar alguma coisa? Talvez você vá pagar pra trabalhar. E aí, como fica?

Bom… todas essas são questões que você tem que levantar, analisar e discutir consigo mesmo, com seus amigos, sua família, sua namorada/esposa… Se você teve bons meses e está pensando em largar o trabalho eu te aconselho a não fazer isso. Se você viu uma propaganda e se animou com a possibilidade de ganhar 2 ou 3 mil todo mês, desculpa amigo, mas o balde de água veio com gelo e não é aquele da brincadeira do desafio. O mercado pune #moriçoca.

É preciso ter disciplina no mercado e na vida, pra que as coisas corram bem. Não pense que levar o trading como atividade complementar é um fracasso. Muitas vezes, o trader de fim de semana é mais eficaz e lucrativo do que aquele que faz do trading sua atividade principal.

O post pode parecer um pouco desanimador, mas é preciso ser realista em um lugar onde se vê muitas flores, mas escondem-se os espinhos. Sabendo da realidade, dos desafios e tendo metas claras é possível ir muito longe e SIM, é possível ganhar muito dinheiro.

Bons GREENS!!!

Recentemente ao juntar o Dia de Trading com o Clube da Aposta, acabamos criando um curso avançado de apostas esportivas e trading. Ele não promete ganhos mensais, mas prometemos que você vai ter um conteúdo de excelente qualidade, e uma ótima base para ter lucros consistentes com trading. Caso seja do seu interesse, saiba mais sobre o Curso Avançado do Clube da Aposta.

Forte abraço!

Loved this? Spread the word


Roberto Tavares

Sobre autor

Roberto Tavares tem 25 anos, é paranaense, apaixonado por futebol e é trader profissional. Dedica maior parte do seu tempo a compartilhar conhecimento sobre trading no site Clube da Aposta e no Curso Avançado de apostas esportivas também do Clube da Aposta

Postagens relacionadas

Medo é falta de competência?

Ver mais

Trading: trabalho dos sonhos ou pesadelo?

Ver mais

O que fazer quando tudo dá errado?

Ver mais

Aproveitando as oportunidades do mercado

Ver mais

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

  1. Muito bom o texto Roberto. Já comecei uma vez, cheguei de triplicar a banca e quebrei. Controle emocional e controle da ganância são pilares para o trade. Comecei de novo e espero ir com calma dessa vez, usando metas baixas para chegar numa banca boa.
    Abraços

  2. Nao entendi pq nao colocou o Juliano Fontes no mesmo patamar do Rebelo e Morgado. Complexo de brasileiro vira-lata ou inveja? Não acompanho o blog mas deveria citar o pq. Vim do Google apenas para saber o pq disto. Mas enfim. Abraço.

    1. Olá Rafael! Tudo bem contigo?

      Foi muito bacana receber o seu comentário em um post que eu fiz há tanto tempo atrás… Já se passaram dois anos. De lá pra cá evoluí bastante e hoje o trading é a minha fonte de renda principal. Bom, responder o seu questionamento é mais simples do que dar Back ao Grêmio (piadinha clubista hahah). O Juliano Fontes, até onde dados reais foram apresentados, sequer pode ser considerado um trader, e é por isso que não há maneiras de colocá-lo no mesmo patamar de traders como Paulo Rebelo, Jorge Alves, Rapast, Nettuno e muitos, muitos, M-U-I-T-O-S outros. Juliano tem seus méritos, pois foi ele que com o Marketing trouxe à tona o trading no Brasil e talvez se não fosse por ele eu não teria conhecido a minha atual profissão. Mas é só isso. Como trader, gostaria de ter uma conversa com ele tipo “de frente com Gabi”, sabe? hahaha tenho fortes convicções de que ele engasgaria. Após tanto tempo no trading acredito que a melhor dica é: não confie em ninguém até pesquisar. Não confie nem em mim. Há grupos no facebook como o Estudo do Trade Esportivo, Traders e Punters Esportivos e outros… Sigiro que dê uma pesquisada por lá 😉 Forte abraço e obrigado pelo comentário!! 😀

    1. Fala, Fábio! TRanquilo?

      Cara, não sou contra quem vende curso. Pelo contrário, admiro uma pessoa que passa seus conhecimentos adiante e claro, é um trabalho e isso sempre pode ser remunerado.

      Toda profissão precisa de professores, cursos, escolas e afins para se formar novos profissionais e no nosso meio, isso não é diferente.

      A única coisa que critico e não gosto, são pessoas que vendem curso de forma ilusória, falando que você vai ganhar dinheiro do sofá de casa, que é fácil o mercado e coisas do tipo. Usar marketing lixo assim para vender, eu não vou apoiar nunca.

      Abraços e obrigado pelo comentário.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Se inscreva na newsletter do Dia de Trading

Recebas as atualizações dos principais conteúdo do blog, de acordo com as duas preferências de leitura. Preencha o formulário abaixo: