Desbravando Ligas Desconhecidas

E aí galera do Dia de Trading, tudo bem?

Como essa semana de data FIFA temos poucos ou nenhum jogo entre os principais clubes europeus, aproveitei para dar continuidade naquele projeto dos jogos com baixa liquidez como mencionado em meu último artigo. Ou seja, melhorar a minha estratégia, além de verificar sua eficácia.

Pois bem, todo fim de mês tentarei trazer aqui os resultados alcançados e suas devidas conclusões.

Sem mais delongas, vamos aos resultados de ontem e hoje.

 

Resultado dia 03/10/2017


 


Excluindo os dois últimos jogos do dia, partidas da série B do Campeonato Brasileiro que não entram nesse projeto, o dia foi de muito trabalho e pouca recompensa. O que percebi nesses jogos foi que fiz algumas entradas ruins (forçadas), saindo da minha estratégia. As vezes é melhor não fazer nenhuma entrada do que forçar. Não nos esqueçamos jamais, FOCO acima de tudo.

Aproveitando o PL acima, o jogo do Ceará x Vila Nova esteve ótimo para a estratégia do back/lay, e rendeu bons frutos.

 

Resultado dia 04/10/2017

 



Já o dia de hoje foi bem melhor o resultado, apesar de alguns contratempos(para ser mais exato, foram dois). O primeiro no jogo do Monza X Alessandria e o segundo no Tranmere X Leyton Oriente. Os dois jogos aconteceram exatamente a mesma coisa. Falarei disso adiante.

Apresentado os resultados de ontem e hoje, falarei mais das estrategias usadas nesses jogos a medida que a mesma for sendo desenvolvidas e os resultados forem aparecendo.

 

Jogo: Tranmere x Leyton Oriente

Como os dois contratempos foram iguais, falarei apenas do jogo Inglês.

Sobre o jogo do Tranmere X Leyton Oriente, pela quinta divisão do Campeonato Inglês, não o colocarei como jogo de baixa liquidez, pois deu para trabalhar muito bem. Boa liquidez e boa fluidez. Assim sendo, consegui trabalhar com uma stake um pouco maior.

Achei que não faria muita coisa nessa partida, pois eu não conhecia nada dos times, então cautela seria importante nesse caso.

Analisando a tabela e estatísticas dos times, vi que talvez a equipe da casa estaria com uma odd um pouco injusta – 1.76 no início da partida.



Fui para essa partida com intenção de pegar uma variação em lay ao time da casa, e já nos primeiros minutos realizei essa entrada, que não demorei nem 2 minutos a fechar. O time da casa melhorou muito, adiantando a marcação e não dando sequer espaços para time visitante sair jogando. Única jogada que esse time tinha nesse momento da partida era a ligação direta.

E como disse sabiamente o mestre Roberto Tavares em sua palestra no SBX sobre aspectos psicológicos, quando estamos do lado certo no mercado o que acontece??? Tomamos um gol… rsrsrs… claro que foi uma ironia, mas isso acontece. E não devemos nos desesperar por um gol ao acaso como podemos ver claramente no gráfico na figura abaixo.

A minha forma de trabalho ao tomar um gol dessa forma é esperar um pouco e ver a reação do time que tomou o gol. Caso continue jogando da mesma forma de antes do gol, eu reforço minha posição que no caso era back ao time da casa. E foi exatamente o que aconteceu. Time da casa pressionando, reforcei com um pequeno back e comecei a trabalhar também o lay/back visitante. E não demorou muito para acontecer o empate. Golooooooo e um belo GREEN.

Mesmo após o empate o time da casa continuou melhor, mas não tanto que justificasse eu trabalhar o back/lay no segundo tempo. Passei a assistir a partida esperando por alguma oportunidade no mercado. O Tranmere fez o segundo gol aos 70 minutos.

Mesmo sabendo que seria difícil um empate, decidi esperar o fim do jogo para trabalhar o lay/back Tranmere como forma de alavancagem. Infelizmente o jogo ficou nisso.

 



 

Bem galera, por hoje é isso… dois dias de muita luta em campeonatos desconhecidos, mas com um resultado legal.

Grande abraço!

Obs. Se alguém tiver interesse em sugerir algum assunto que possa ser abordado por nós do Dia de Trading, deixe uma mensagem nos comentários.

 

Do Período de Vacas Magras ao Início da Temporada Europeia – Match Odds

Boa tarde galera do DDT! Tudo bem?

Muito tempo que não aparecemos por aqui né?!

O motivo?

Simples, poucos jogos de que merecessem ou que agregassem algum valor ao “trading nosso de cada dia”. Rsrs…

Bem, e o que eu fiz nesse período de vacas magras?

Durante o final da temporada das grandes ligas europeias, andei por aí, de jogo em jogo. Tudo que tinha eu dava uma olhada. Chinês, Dinamaquês, Finlandês, Sueco, Islandês, Eslovaco, Esloveno, Polonês, Sérvio e por aí vai… Claro que não fui fazendo ou entrando em tudo quanto é jogo. Além do mais, esses jogos tem pouca liquidez e fluidez, sendo necessário uma atuação muito mais como punter do que como trader.

A primeira coisa que fiz foi reduzir drasticamente a stake. Outra coisa, foi selecionar as melhores e piores equipes em cada campeonato através de uma análise estatística. A partir daí, selecionava alguns jogos do dia e começava assistir a partida, sempre de olho nos números e no gráfico do jogo. Se eu me convencesse da superioridade da equipe favorita, eu entrava back a essa equipe em busca do gol. Importante dizer que eu raramente entrei contra o favorito ou a favor da zebra. Se o favorito não estivesse bem em campo eu não entrava. E assim foi durante todo esse período. Posso dizer que foi bem bacana os resultados, a ponto até de pensar em mudar um pouco minha forma de trabalho em determinadas partidas.

Apesar dos resultados terem sidos bastante satisfatórios, eu ainda preciso de um período maior de trabalho para verificar se tem valor esse tipo de entrada.

Claro que esse período não foi mil maravilhas, pois em alguns jogos saí da estratégia e me dei mal. Seja pelo aumento da stake ou por uma entrada sem valor (fazendo back ao time favorito não jogando tão bem, ou mesmo entrado contra o favorito, seja em lay ao favorito ou em back ao azarão).

De qualquer forma, é uma estratégia que daqui para frente vou prestar mais atenção e melhorá-la.

Detalhe, se alguém comentasse isso com comigo alguns meses atrás eu não acreditaria e ainda o chamaria de louco, mas foi o que eu fiz e deu até um resultado legal.

Enfim, vamos ao que interessa… a temporada europeia está voltando aos poucos e os GREENS também.

 

Amém…

 

Supercopa da UEFA – Real Madrid 2 x 1 Manchester United

 

Primeiro jogo dessa temporada que eu fiz foi o jogo de ontem da Supercopa da UEFA entre Real Madrid e Manchester United.

No início do jogo o Real começou com o freio de mão puxado, tocando muito a bola em sua defesa sem ter muita saída de jogo, então fiz um pequeno lay/back aproveitando a subida da odd. Porém não fiquei muito nessa posição, e ainda bem, pois o Real começou a dominar o jogo e a odd começou a voltar ao ponto do início. Então como já tinha fechado meu lay, comecei a propor alguns backs ao Real. Infelizmente estava sempre alguns segundos atrás, e não consegui pegar um bom preço. A odd continuava a descer, a cada segundo aparecia mais e mais dinheiro em back e o gol do Real poderia sair a qualquer momento. Então decidi forçar, conseguindo entrar com 2 stakes e uma ficou para trás infelizmente, pois uns 2 minutos depois o Real abriu o placar com Casemiro. Pensei em deixar o back correr, tamanho era a superioridade do time do Zidane, mas não quis correr o risco pois o United tem bons jogadores e vez ou outra aparecia no ataque. Fechado em hedge decidi apenas assistir ao jogo.

 

Só voltei ao mercado após o gol do United, que diminuíra a diferença para apenas um gol. Decidi fazer o lay/back Real no fim do jogo gerando freebets nas outras seleções (empate e Manchester United). Mas o jogo terminou nisso mesmo. Real 2 x 1 United.

 

 

Achei um jogo até certo ponto de fácil leitura, pois a maior parte do jogo o Real mandou e não deu muitas chances ao United. Espero que todos por aqui tenham tido GREEN.

 

Ural 1 x 1 Zenit St. Petesburgo

 

Bem, esse jogo trabalhei prestando bastante atenção variações do mercado. O objetivo era pegar alguns ticks e não deixando nenhuma stake correr, tentando sempre estar a favor de um gol. Isso porque fazer trading com 12 segundos de delay não é a minha praia.

Começou o jogo com o Zenit bem postado em campo, mas sem agredir muito o adversário e com o Ural apostando nos contra-ataques. Já que o favorito não agredia, decidi entrar para pegar a algumas subidas da odd do Zenit e com um pouco de sorte peguei o gol do Ural. Pena que foi com menos da metade de uma stake. Mas GREEN é GREEN sempre. Como o gol já foi no fim do primeiro tempo não fiz mais nenhuma entrada no primeiro tempo.

Com o resultado adverso, acreditei que o Zenit viria para cima com o intuito de virar o jogo, e foi exatamente o que aconteceu. Então comecei a trabalhar back/lay ao Zenit gerando freebet para a virada e mais uma vez a sorte esteve ao meu lado. Havia acabado de entrar com duas stakes em back ao Zenit e plantado mais duas em lay (que não foram correspondidas) e GOLOOOOOOOOOO do Zenit. Ainda acreditando na virada, não fechei completamente o back deixando uma parte do GREEN na vitória do Zenit. Porém, com o tempo fui fechando o resto do back, pois o Zenit diminuiu um pouco o ritmo.

 

 

Decidi trabalhar mais uma vez somente o lay/back ao empate no fim do jogo. E assim o fiz, mas infelizmente a freebet novamente não bateu.

 

 

Bom galera, por hoje é só isso…

Que venham mais GREENS!!!

Grande abraço e até a próxima.

Alavancagem: Lay / Back ao Resultado do Jogo no Fim da Partida

E aí galera do Dia de Trading!!!

Tudo bem com vocês?

Bem, o artigo de hoje será um pouco breve, mas não menos importante que qualquer outro artigo já escrito por nós do Dia de Trading. Vamos falar sobre trabalhar o lay / back ao resultado de momento nos minutos finais dos jogos como forma de ALAVANCAGEM dos lucros. Ou seja, trabalhar lay / back a odds baixas gerando freebet nas outras opções com o objetivo de aumentar o GREEN do jogo expondo pouco dinheiro, ou nenhum dinheiro (freebet).

Alguns traders que conheço, trabalham com cerca de 10% do lucro já feito no jogo, dividindo-o em micro stakes e espalhando esse valor em lay a odds baixas esperando o gol a favor da sua posição.

Já eu, trabalho um pouco diferente. Começo trabalhando normalmente a partir da odd 1.30 e faço isso praticamente em todos os jogos. Trabalho com responsabilidade de apenas 5 euros, abrindo um lay a uma odd mais baixa e fechando em back com os mesmos 5 euros um ou dois ticks acima (de acordo com o que o mercado oferece, as vezes pegando até mais ticks) gerando freebet nas outras seleções. Claro que as vezes perco alguns ticks, e mesmo assim acho de muito valor esse tipo de entrada. Isso porque, um gol a favor da minha posição paga muito bem nesses casos e mesmo que não saia gol, ou saia um gol contra essa posição, não perco nada ou quase nada.

Cada trader tem sua forma de trabalho, e quero deixar claro que acho ambas as formas de ALAVANCAGEM bem interessantes.

Um exemplo dessa técnica que uso, foi o jogo entre Eibar x Atlético de Bilbao no dia de ontem 24/04/2017. Primeiramente vou falar rapidamente do jogo e depois o que aconteceu no final.

Pois bem, como eu já havia feito dois jogos no dia, e pela partida e odds não serem o meu estilo de jogo preferido para trading, decidi apenas assistir, mesmo após ter feito algumas entradas o que já havia me rendido 7 euros de GREEN.

Pelo que vi, cada time teve seus momentos no jogo. Até que aos 56 minutos, o jogador Escalante do Eibar foi expulso. A partir daí me interessei mais pelo jogo. O Eibar mesmo com um jogador a menos estava bem em campo, atacando com mais perigo e muito bem postado na defesa. Mesmo assim, não fiz nenhuma entrada, resolvendo trabalhar apenas o lay / back ao empate no fim do jogo. E assim fiz.

E para minha alegria e sorte, no fim do jogo, já aos 93 minutos, o Bilbao cobrou uma falta para área e em um bate-rebate a bola entrou. Digo sorte nesse caso não pelo gol, mas porque fui correspondido a odd 1.09, 1.08 e 1.07 no momento do gol, após a cobrança da falta. Até aquele momento eu tinha cerca de 40 euros para um gol de qualquer uma das equipes e cerca de 8 euros no empate (não tinha perdido nenhum tick – graças a falta que a odd saiu de 1.11 e foi a 1.16). E com essa correspondência no momento do gol o meu lucro foi bem maior expondo pouquíssimo dinheiro como podem ver no print abaixo.

Então pessoal, o que acham, tem ou não tem valor esse tipo de entrada?

Por enquanto é só isso.

Grande abraço.

Mês Atípico e de Excelente Resultado

E aí galera do Dia de Trading!!!

Tudo bem com vocês?

Muito tempo que não apareço por aqui né?! Pois é, mas foi por um bom motivo. Eu estava bem focado no meu trading no mês de Janeiro a procura de um mês perfeito para que eu pudesse escrever esse artigo para vocês. E não é que eu consegui isso!!! Eu diria que foi um mês atípico, mas estudamos e batalhamos pra chegar a perfeição sempre, não é verdade?

Pois bem, foi um mês praticamente sem RED, digo praticamente porque nos dias 06/01/01/2017 e 24/01/2017 eu tive um pequeno contratempo e fechei o dia com um pequeno RED (10% e 20% respectivamente), mas tirando isso, foi um mês somente de GREENS.

E por que estou aqui para escrever esse artigo?

Simples, queria passar para vocês que é sim possível ser lucrativo no trading.

E é fácil isso?

De maneira alguma! Para conseguir ser lucrativo e consistente eu passei por muitas dificuldades, muitas noites sem dormir pensando o que eu estava fazendo da minha vida, o que eu estava fazendo de errado no mercado, o porquê de tanto RED, etc… e não chegava a conclusão nenhuma. Rsrs… A única coisa que pensava nesses momentos era em desistir de tudo. E como foram difíceis esses momentos.

O importante nesses momentos no meu ponto de vista é focar cada vez mais no trading, estudar muito, avaliar onde estamos errando, onde tomamos o RED e o motivo dos mesmos. Identificar quais jogos e quais campeonatos vamos mal e quais vamos bem. Estar com a cabeça bem tranquila para poder trabalhar é fundamental, e NUNCA tentar recuperar um RED (no meu caso foi o MAIOR dos erros). RED não se recupera, se ADMINISTRA!

Bem, falando do meu mês, eu diria que foi um mês bem atípico. Tanto pela falta de jogos, quanto pelo meu resultado em si.

Falando dos jogos, trabalhei alguns jogos da copa das nações africanas (mas foram pouquíssimos, pois a maioria o tempo de entrada era de 12 segundos), alguns jogos do campeonato Inglês, o que em artigos anteriores já havia falado o porquê evito fazê-los, e na grande maioria foram os jogos do campeonato e da copa da Espanha. O meu grande problema com o campeonato espanhol é somente o tempo de entrada que é de 9 segundos, e acho isso quase uma “eternidade”. Rsrs…

Apesar desses fatores mencionados, a maioria dos jogos que fiz durante todo o mês, foi de fácil leitura e agradeço por isso, pois atribuo principalmente a esse fator o grande sucesso que tive no mês.

Bom, vamos aos resultados:

 

APOSTAS GANHAS X PERDIDAS:

Se vocês repararem nos resultados acima, fala que tive 3 dias com prejuízo e eu só mencionei 2 dias acima, correto? Então, no dia 04/01/2017 eu comecei a trabalhar e não pude continuar e saí do mercado com um RED de pouco mais de 1 euro e não operei mais nesse dia, portanto não levei em consideração este dia.

RESULTADO ACUMULADO:

 

EVOLUÇÃO DA BANCA – LUCROS X PREJUÍZOS:

Vocês também perceberam que retirei os valores dos gráficos, mas o que é mais importante notar foi a evolução com o passar dos dias… e o resultado percentual que obtive em relação a banca que estava na betfair no início do mês.

Deixando bem claro, o valor que eu deixo na betfair é maior que minha stake de trabalho e claro nunca usei esse valor total em uma partida. Então você me perguntará, e por que deixa o dinheiro lá então? Pra falar a verdade não tem uma justificativa, mas é porque já acostumei em deixar bem mais que minha stake de trabalho lá, então não nada em especial. Mas a minha banca mesmo fica na Neteller.

Enfim, queria tentar passar para todos vocês os meus resultados nesse mês, para deixar bem claro que é sim possível ser lucrativo com o trading esportivo, mas que é um mercado bem difícil. Não quero de maneira nenhuma também, passar a impressão que isso é uma mina de ouro, porque isso não é verdade.

Então é isso pessoal!

Bons GREENS a todos!

E que venham mais meses como esse…

Como Sintonizar as Rádios Europeias Reduzindo Ainda Mais o Delay no Trading Esportivo

Fala pessoal, tudo bem?

Estou trazendo para vocês (atendendo a pedidos) um vídeo tutorial de como sintonizar as rádios europeias reduzindo mais o nosso delay. Através da sintonia dessas rádios costumamos ganhar cerca de 2 a 3 segundos nos jogos do espanhol em relação a bet365. Digo espanhol, porque é o que eu utilizo devido o melhor entendimento da língua.

Bom pessoal, é isso!!! Espero ter ajudado.

Site de Radio: http://websdr.ewi.utwente.nl:8901/
 
Frequências Espanholas: 737 , 783 , 774 , 990 , 15500
 
Frequências Inglesas: 198 , 693 , 1053 , 1089
 
Frequências Alemãs: 549 , 756
 
Frequências Francesas: 1377 , 215 , 234
Frequências Italianas: 657 , 900 , 898 , 936 , 1062 , 1575

Abraços

 

Match Odds – Ficando exposto ao gol em back mesmo com um pequeno RED

E aí pessoal, tudo bem?

Gravei minha operação do jogo pela Copa do Rei entre Las Palmas e Atlético de Madrid onde trabalhei o back até o momento do gol. Não foi uma operação back/lay, porque a odd do Atlético de Madrid não estava subindo, então achei de muito valor ficar exposto ao gol com toda a stake, mesmo com um pequeno RED.

Confira o vídeo:

Então galera, por hoje é isso!

Gostaram do vídeo? Apesar de ser meu primeiro vídeo, achei que ficou legal. Deixe seu comentário abaixo.

Abraços e até a próxima!

Um Grande Passo Pra Mim e Uma Grande Oportunidade Pra Vocês!

“Qual a melhor forma de alcançar os meus objetivos profissionais e pessoais?” Faço essa pergunta a mim mesmo com certa frequência e se você não se autoquestiona, deveria começar imediatamente.

Apareceu na minha vida o trading. Veio o blog, a página o canal do youtube e principalmente, as pessoas vieram a mim. Conheci muita gente e pude ajudar e contribuir efetivamente com o crescimento de alguns. Mas faltava alguma coisa. Tentei encontrar esse algo a mais nos serviços que estava prestes a oferecer aqui no Blog. Percebi que o esforço era muito grande, para um resultado minúsculo. Na vida, nos negócios e no trading, identificar falhas antes de cometê-las é estar à frente da maioria, e tomar atitudes buscando o diferencial, é um salto gigantesco rumo ao sucesso.
Continuar lendo Um Grande Passo Pra Mim e Uma Grande Oportunidade Pra Vocês!

Liquidez x Fluidez

Boa tarde pessoal!

O assunto é breve. Liquidez x Fluidez. Muitos não conhecem o conceito e saber identificar mercados com Liquidez e/ou Fluidez pode determinar a forma de trabalho. O que é um mercado com boa Liquidez? É um mercado onde há grande correspondência de dinheiro já efetuada. Dniprio x Napoli, por exemplo, tem no momento da imagem abaixo USD1.372.061 já transacionados.

Match

Continuar lendo Liquidez x Fluidez

Jogos de Grande Confiança – Pequenos Greens e Grandes Reds

Fala galera!!

Venho acompanhado mais os grupos de traders e punters brasileiros, até pra entender um pouco mais sobre o perfil e o nível da brazucada. Tenho percebido que muitos cometem os mesmos erros e vou falar hoje sobre um em específico: confiar demais em alguns tipos de jogos e ter seqüências de pequenos greens intercalados com grandes reds.

Trader ou Punter?

Primeiramente quero chamar a atenção para a diferença entre trader, punter e as derivações. Veja aqui o vídeo do parceiro Nettuno, está bem explicadinho:

Entenda também a diferença entre Casas de Apostas e Bolsa Esportiva

Muita gente se confunde com essas posições, tenta fazer tudo e não consegue fazer nada. Não sabem em que direção remar e ficam à deriva total. Se você é punter, as informações que eu vou dar aqui não são de grande valia. Conheço tanto de apostas punter quanto conheço de caviar e champagne. Mas se você é trader, alguma das variações observadas pelo Nettuno ou está buscando esse caminho, senta aqui e vamos conversar.

Um bom trader se auto-analisa

Pra escrever sobre esse assunto, fiz uma reflexão sobre mim mesmo. Sobre a forma como eu trabalhava a algum tempo atrás e sobre como trabalho hoje. Encontrei diversas semelhanças com o que eu fazia, com os erros que cometia e com os erros que vejo muitas pessoas cometerem.

Vou analisar as Match Odds, mas o que eu vou falar serve também para os mercados Under/Over e o que mais for considerado “seguro” para se operar.

As conclusões

Quando iniciamos, no geral, somos muito inconsistentes e/ou não rentáveis. Isso causa, além de outras coisas, uma grande insegurança e a tendência natural é a de irmos atrás daquilo que teoricamente, é mais garantido. Procuramos jogos com grandes favoritos onde todas as estatísticas estejam a nosso favor. Vamos para o jogo com 110% de certeza de que “vai bater”. Na nossa cabeça vai ser algo rápido… é só pegar o gol e pronto. E na maioria das vezes é o que acontece. São os pequenos Greens constantes.

Acontece que nem sempre os gols saem rápido. As vezes demoram, as vezes não chegam a sair e em outras, tomamos nas costas com o gol do não favorito. Bate o desespero. “Fecho? Assumo o prejuízo? Mas não pode… o tal time é muito melhor. Nunca perdeu em casa. Não vai ser hoje. Vou ficar mais um pouquinho só até sair o gol…”. Aí, acontecem os grandes Reds, intercalados com os vários pequenos Greens. A ‘técnica’, a longo prazo, vai quebrar a sua banca ou te dar muito trabalho e te levar a lugar nenhum.

Como ser mais rentável?

Consegui diminuir a variância e potencializar meus lucros agindo a minha maneira. Hoje, trabalho basicamente da seguinte forma: Analiso as Odds, tentando prever onde ela pode chegar até o fim do primeiro tempo. Dentro deste parâmetro, faço uma análise do que se passa no campo (faço constantemente uma pergunta a mim mesmo: o superfavorito está sendo superfavorito?) e caso o jogo diga a mim que vale a pena estar a favor do superfavorito, vou eu com meus back/lays sucessivos na primeira etapa.

Divido minha stake em duas ou três, planto acima e logo depois de entrar, saio abaixo. Ex: Stake de 90, divido em 3 de 30, coloco uma a 1,50, outra a 1,51 e outra a 1,52. Quando entra a 1,50 eu saio a 1,49 e assim sucessivamente. Tento ficar exposto com o máximo de Stakes possíveis quando o favorito chega a algum lance de perigo, sem forçar entradas no mercado. Se vejo que o mercado vai subir com mais força, tiro as stakes e planto mais acima, procurando o melhor preço. Dessa forma vou reduzindo o prejuízo da subida da Odd do superfavorito, estando a favor dele sem perder dinheiro (as vezes até ganhando algum). Se caso contrário, o superfavorito não seja tão favorito assim ou esteja mal no jogo, procuro opções no mercado halftime, buscando subidas em lay a ele. Ou estou de fora, só assistindo.

E no segundo tempo?

Na segunda etapa é diferente. É raro quando entro a favor do superfavorito nesta parte do jogo. O mercado precisa estar muito confiante na equipe e a peleia precisa ser um massacre. Caso não seja nada disso, espero oportunidades pra entrar em Lay, pegando as grandes variações das Odds. Pra quem está no início, isso pode parecer loucura. “Entrar em Lay ao Barça? Ao Real? Ao Bayern? Tu é louco?”. Te digo que, quando estas equipes estão perdendo ou empatando, as melhores oportunidades de trading aparecem. Fazer 20, ou 30% da stake é algo até certa altura, fácil de ser alcançado. Aí, se compararmos como quando pegamos o gol em Back na primeira parte, aquilo nos paga 20, 30%, quando paga bem.

Faça o que tiver que ser feito!

Não há como dizer exatamente o que você deve fazer, pois cada momento exigem uma ação, e cada ação, uma reação. Encontre as oportunidades e aproveite-as! Veja… tu não podes ir com a mente fechada, acreditando que tal equipe vai ganhar e pronto. Se ela não está bem, saia do mercado. Cogite estar de fora ou talvez entrar contra ela, porque não? Tu não precisas ficar 15 minutos nessa posição… Se bem feito, sua exposição será mínima pra uma rentabilidade ótima. Vou dar um exemplo aqui… Neste fim de semana o Barcelona estava empatando em casa.

Se você quiser ver outras situações como essa, na prática e em vídeo, conheça o nosso Curso de Trading e Apostas Esportivas

No mercado intervalo, aos 44’ estavam indo buscar dinheiro entre as Odds 5 e 5,5. Havia mais 1’ de acréscimo. Ou seja: davam ao Barça 20% de chances de marcar um gol em 2 minutos. Percebem o valor disso? Houve também a derrota do Bayern para o Augsburg. Aquilo foi uma mina! Bayern já campeão, jogando com time praticamente reserva e com um a menos. Não bastasse isso, o Augsburg jogava a bola. Era Lay Bayern! Vi muita gente dizendo que tomou Red. Que o jogo foi ruim. Pessoal, o jogo foi um dos melhores do fim de semana. Houveram muitas oportunidades pra fazer dinheiro. Quem não deixou se levar pela emoção e teve essa noção de jogo/mercado esteve do lado certo.

Se eles merecem, faça Lay!

Não tenham medo de fazer lay ao favorito, independente de quem ele seja. Calcule os riscos, estipule metas e vá em frente. Lembre-se que posições como essa não são algo pra se estar por muito tempo. São momentos do jogo e momentos do mercado. Se tu souberes identificar esses momentos, aumentam em muito as chances de seu profit and loss ficar cada vez mais verdinho!

Sei que haverão muitas dúvidas. Podem comentar aqui ou na página do facebook que eu prometo tentar esclarecer da melhor forma.

Vamos aos Greens!!!!!!

Forte abraço galera!

Mundo do Trading: Em Quem Confiar e do Que DESconfiar.

Boa tarde pessoal!

Desde que iniciei os trabalhos com o Blog e a página, sempre tentei manter-me o mais correto possível quanto à criticas à outros traders (e “pseudo-traders). Nunca fiz acusações, fundadas ou infundadas, diretamente à alguém. Não esperem que eu faça agora.

Vai ser inevitável que eu ‘puxe a sardinha’ para o meu lado. Caso esteja procurando informações sobre o assunto, tenha se deparado com muitas coisas e não sabe em quem acreditar, pesquise sobre a minha reputação e sobre o que mais achar necessário nas páginas relacionadas ao trading e as apostas no facebook. Há muita informação.

Continuar lendo Mundo do Trading: Em Quem Confiar e do Que DESconfiar.