Fechamento de Julho – Desafio

Escrito por Vitor Nogueira

Fechamento de Julho – Desafio

Desafio: Construindo uma banca de trabalho

Salve galera do Dia de Trading, vamos ao nosso segundo fechamento de mês aqui no desafio: Construindo uma banca de trabalho. Rumo ao objetivo!

Tive mais um bom mês de operações, talvez um pouco abaixo da expectativa que é a de fazer entre 1 e 2 stakes ao mês. Porém trabalhei menos dias se comparado a Junho e aceitei bem o resultado final.

Novamente tomei alguns gols ao final do mês, porém tive oportunidades boas de contornar estas situações. Vou ligar o alerta nessa questão para Agosto, a fim de não virar um padrão tomar esses prejuízos nos últimos dias de trabalho.

Lembrando que a % é em relação ao que tenho na Betfair, comecei o projeto tendo um saldo equivalente a quase 2 stakes.
E mensalmente vou sacando deixando mais ou menos este valor para trabalho.

Resultados por Métodos

Diferentemente do primeiro mês em que os Lays foram o que carregaram meus resultados. Nesse fiquei quase nulo nas estratégias de Lay ao não-favorito e Lay em jogos parelhos. Muito por conta dos jogos sul-americanos, que foram maioria, e não consegui ter um bom desempenho operando durante o 1° tempo.

Tive um bom resultado nas “viradas” em que peguei alguns gols a favor e pagaram bem. Acabaram sendo estas e outras filiais que puxaram os lucros para cima.

Alguns dos outros profits que ajudaram a manter o mês no positivo foram o back Itália para campeã da Euro e o gol da Dinamarca de bola parada que pagou bem.

Resultados por Ligas

Novamente o Campeonato Brasileiro esteve entre as minhas ligas mais lucrativas. Afinal deve ter sido o que mais operei durante este mês de Julho.

Juntamente do brasil temos a Euro 2020 que após alguns tropeços voltei a ter bons resultados nas partidas de fases finais.

Entre todas estas ligas e copas senti certa dificuldade em trabalhar a Sulamericana e Libertadores. O Match Odds foi bem complicado nestas 2 competições e acabei saindo em um pequeno prejuízo mesmo pegando gol a favor.

Desempenho em Equipes

Comparando ao mês de Junho tivemos algumas equipes que seguiram no quadro de mais lucrativas, ou seja, muito provavelmente vem dando leituras fáceis de operar suas partidas. E em Julho seguiram uma consistência para se trabalhar a favor.

Itália, Flamengo, Fortaleza e Dinamarca são as que se repetiram no quadro de mais lucrativas neste segundo mês do nosso desafio.

Dou destaque aqui para o Flamengo e Fortaleza que no geral estão entre as primeiras da minha lista, são dois times que venho tendo facilidade de trabalhar.

Já para o destaque negativo a lista acabou mudando totalmente. O Internacional que era o mais lucrativo mudou e veio para um dos menos lucrativos no mês de Julho, muito por conta de um gol que deixei de pegar no jogo contra o CAP. Tive de fechar a posição por problema na stream, caso contrário ficaria em um 0x0 no Inter.

Ter algumas equipes europeias nessa lista demonstram um problema que tive em operar essa qualificatória para Champions. Competição onde não consegui extrair bons resultados e tomei gols buscando remontadas nas partidas.

E com maiores prejuízos ficaram Fluminense e Criciúma por conta de uma falha que tive no MO. Posição que já deveria ter encerrado, acabei forçando e levando o gol. Vou comentar mais sobre na parte de erros a serem revistos.

Erros a serem revistos

1 – Não sair do método. Acabei fazendo isso na partida do Grêmio contra a LDU, por mais que tivéssemos um padrão claro, é algo que não faço (o Lay ao Favorito). E por conta disso deixei de ter um melhor resultado no dia.

2 – Não segurar posições sem valor. O segundo gol tomado no mês, na partida entre Criciúma x Fluminense, foi em uma ocasião de exposição em um jogo que perdeu valor para o que vinha buscando. Já tinha percebido que a partida havia mudado e acabei sendo insistente nesse Lay, o que me levou a mais um prejuízo por descuido e não fechamento da entrada.

Profit and Loss

*Lembrando que usei os bônus da Betfair para o back Itália campeã da Euro 2020. Como foi no Sportsbook ele não contabiliza no profit do Exchange. Somamos então + R$195,50 e o resultado mensal correto é de R$ 732,07.

Print do Layback. No Profit and Loss deste software vem junto as entradas do Sportbook.
Esses foram meus lucros na Itália para campeã.

Espero que estejam curtindo os diários do desafio. Se quiserem trocar alguma ideia sobre o artigo em questão ou sobre Trading podem me chamar no Instagram @nogueira.vitorr. Leiam os outros textos também, tamo junto!

Veja o dia a dia do Trader Profissional
de graça!

Se inscreva gratuitamente e receba em primeira mão todos os artigos do Dia de Trading e as principais novidades do blog no seu email

Loved this? Spread the word


Vitor Nogueira

Sobre autor

Me chamo Vitor Nogueira, sou gaúcho de Porto Alegre, torcedor do Internacional e trader full time apesar de ainda não viver disto. Conheci as apostas esportivas há cerca de dois anos e há um ano e meio venho me dedicando ao Trading Esportivo, estudando os mercados da Betfair e validando meus métodos. Espero através do blog compartilhar um pouco das minhas experiências operando e contribuir com a comunidade.

Postagens relacionadas

Um trader de under limite – 29 Ago

Ver mais

Under Limite NA VEIA! – 05 de Setembro

Ver mais

Under Limite NA VEIA! – 04 de Setembro

Ver mais

Under Limite NA VEIA! – 03 de Setembro

Ver mais

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Se inscreva na newsletter do Dia de Trading

Recebas as atualizações dos principais conteúdo do blog, de acordo com as duas preferências de leitura. Preencha o formulário abaixo:

Veja o dia a dia do Trader Profissional
de graça!

Se inscreva gratuitamente e receba em primeira mão todos os artigos do Dia de Trading e as principais novidades do blog no seu email